sexta-feira, 23 de junho de 2017

SIM, ELES SE AMARAM!



... até que,
exaustos e tristes,

caíram
e se tornaram como
o pó do chão,

longe das aves
com seus voos em esplendor,

longe das flores
com seus néctares aos odorizados
ocos,

longe
dos girassóis eriçados
às luzes de esplandescentes
sóis;

sim,
eles se amaram com força
e vigor,

tanto que
​​​​​​​não aguentaram
o momento em que chegou
o anoitecido negror!