terça-feira, 27 de junho de 2017

OS FRIOS OLHOS DA HORA



... permaneçamos
na floresta, mesmo a imperioso
frio das outras
mata,

não nos
entreguemos antes da hora,
mesmo que mais nada parecer
nos console:

mesmo que
os anjos e a canzoadar a nos querer
nos devore,

mesmo assim,
semimortos, a esperarmos
da eterna morte

a hora!