quinta-feira, 29 de junho de 2017

DRA. TAÍS



... não,
isso não foi uma consulta,

foi uma conversa
maravilhosa,

onde falamos
dos buracos aos chãos da vida,
da luta para superar
os obstáculos

e das escolhas
das quais somos detentores,
assim como de suas
consequências;

não,
nem me senti perante uma médica,
mas sim perante uma guerreira
preparada em tempestades
da lida,

e não me senti
doente, nem com a calada lira
ali, mas saboreei uma dose do melhor
remédio: uma boa e franca

conversa sobre a vida!