quarta-feira, 28 de junho de 2017

EU RESISTO AO QUE CHAMAM EXISTENCIALISMO II



... foi exatamente
ao perceber e ao espalhar
meus escuros reflexos por aí,
Senhora,

que realmente
comecei a me questionar e a questionar
meus semelhantíssimos sapien,

e foi exatamente
neste ponto que me foram tirada
as esperanças de que possamos representar
algo realmente verdadeiro

com nossas
senciências, com nossas arrogâncias
e com as imagens que (re)inventamos
todos os dias,

neste mundo
espúrio, cheiro de coisas que levam

sempre a lugar algum!