sábado, 17 de junho de 2017

SAUDADE VI



Eu esquecerei
os rumores dos ventos,
das chuvas e das pedras
___ musgas,

eu esquecerei
quando teu ego se partia ao meio,
qual uma frontosa árvore
na ponta de machados
___ leiteiros,

eu esquecerei
todos aqueles dias petrificados
nas sombras, em que colhíamos
pedaços de asas e de genitálias espalhados
___ pelos chãos dos teatros;

mas eu
não esquecerei da espuma noturna
onde plantávamos nosso sonho
impossível entre as humanas
___ encruzilhadas!