quarta-feira, 21 de junho de 2017

NINGUÉM ESTÁ LIVRE



... andorinhas
e tentilhões voam por estas
bandas, com suas cores
à mostra,

cobras
e pererecas coacham aqui
e ali em busca
de pedaços,

sentimentos
se encontram nas poesias
e nos enlaços,

desde
o amor até o desejo
mais nefasto;

o cão
a tudo observa e, às vezes late:
como todos, vez ou outra cai aqui
e ali com a mão no próprio
mastro

a admirar
um anjo se masturbando
com o dedo em

esfregaço!