sexta-feira, 23 de junho de 2017

NÃO É AINDA POSSÍVEL NÃO-SER



Dignidade?
Nobreza?
Pureza?

Não falar mentiras?
Não turvar as mentes?
Não foder bocetas?

Não amar?
Não chingar?
Não chover?

Não olhar
a mulher que vem da missa
e passa com a calcinha
enfiada?

Não soprar o preso,
não vomitar as sombras
e não bater punheta?

Ah!
Isso é para os anjos como tu,
Baby,

não para
um cão como eu,

né?