sábado, 24 de junho de 2017

FILOSOFIA, FÍSICA, METAFÍSICA, TEOLOGIA E O NIILISTA THOR MENKENT XXIX



... e eis o calcanhar
de Aquiles do existencialismo,
que parece tratar o EU de modo superficial,
não observado sequer o grave
balanço da ponte

e a imanência
instintiva com que nascemos
para buscar (para perpetuação) o sexo
oposto;

e isso é que
torna sua questões tão parecidamente
sábias como banais, a ponto de a poesia
a superar, muitas vezes, para esclarecer melhor
algumas coisas desses balanços,

como genialmente
fazia Fernando Pessoa, Charles Bukoski
e tantos outros.

E, enquanto estão
pisando na maionese com o existencialismo,
alguns poetas vão revolucionando
o pensamento;

e o niilismo, devido
à sua friesa de análise,
queiram ou não, vai crescendo
como a mais completa de todas as filosofias
já confeccionadas pelo ser.