sábado, 24 de junho de 2017

DESTA VEZ, COM A MORTE, FODEMO-NOS DE VEZ!



... meus sonhos
se secaram, meus lábios
___ não beijam mais,

meu pau
virou um instrumento
___ utilitário,

tenho
tormentos e febres que
___ ninguém entende,

até minhas
palavras e salivas se tornaram
___ lágrimas;

e eu sigo,
fingindo viver e imaginando
se terei forças, como combinamos,
para te encontrar do outro
​​​​​​​___ lado!