sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

O AMOR NÃO TEM FRONTEIRAS!

... deixe-me te amar,
deixe-me contigo voar
e navegar,

deixe-me te apreciar
como a uma flor de sonhos
impossíveis,

deixe-me te beijar,
a tuas curvas e grutas percorrer
e abusar;

e, quando
eu estiver triste por por qualquer
que seja a  demência
do cinismo,

deixe-me chorar,
pois após as chuvas de lágrimas
cessarem, irei novamente
te resgatar!