segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

ATÉ A LUZ PODE SE EXTINGUIR, BABY!

... o amor caminha
pelos ladrilhos de ilusões
e de deformados espelhos,

o coração
mantém a esperança em buscar,
sempre no porvir algo novo que também
ficará somente na memória;

mas não há sonho
que não seja um grande desejo do ego,
não há nada que seja pétreo
e não há amor perpétuo,

o que faz da hora,
longe das sombras do passado e do futuro,
o momento sempre mais propício

e incerto!