terça-feira, 3 de julho de 2018

ALÉM DA MARGEM!

Abandonado
em um oceano seco,

entre à morte
ainda com aquele sinistro
sofrimento por amor,

jogado nas escuridões
nas mais frias noites:

quando tentei
me desviar da Flor de inverno,

caí nas agudas
garras da branca nuvem,

já estava
todo quebrado perante
o ultimo e solitário
horizonte!