quinta-feira, 30 de novembro de 2017

A VIDA



... a vida
é pesada, é dura, é por demasia
falsamente clareada com nossas refletidas
imagens;

a vida é uma abnomalia,
do Cosmo uma singularidade
e a ele é trágica;

a vida
é isso, a insustentável leveza
de estar na condição de pensar, de falar,
de sonhar e de agir

sempre
imaginando amplitudes
e caindo, ao fim, em profundos e vazios
precipícios;

em suma,
a vida é um estranho barco,
onde tudo parece possível,

mas só quem
também possa aguentar a dor
saber que,

como nós,
seus pais estiveram
e seus filhos estarão nele,
também só de passagem!