segunda-feira, 27 de novembro de 2017

DEVÍAMOS



... devíamos sentir
uma, e outra, e outras vezes,
e incontáveis outras vezes, o amor
eo desejo,

com nossos olhos,
com nossos corações, com nossas almas,
com nossas genitálas
excitadas

e com todos
os nossos demais instintos
acesos,

em vez de,
como tenho feito e muitos de vocês
fazem,

andarmos
a carregar sensações e anos passados
em bolsas e algibeiras que só
nos causam dor, angústia
e tristeza!