quarta-feira, 29 de novembro de 2017

SENHORAS E SENHORES!



... segundo Jean Paul,
o mundo é um equilíbrio constante
entre escolhas e consequências;

ora, pois,
se pensam que o mundo é cruel demais,
é injusto demais, que bilhões passam fome
e necessidades básicas,

que outros bilhões,
se têm acesso, é a péssimas educações,
saúdes e desportividades,

que enuanto isso um presidente,
um senador, um deputado, um meritísssimo
limpam seus cus com papeis de ouro
e comem putinhas, que serão sustentatas
com pensão pelo dinheiro público,

e mais,
e mais,
e mais, e tanto mais que eu poderia
encher um livro de merdas menestréis
vestidas de gravadas e maquiqgens e rímeis
de putinhas consideradas de alta socidade,
quer não passam de prostitutas
institucionalizadas.

Então, meu amigo,
eu tenho que te dizer que eu concordo
com Jean Paul que, se escolhemos e pagamos
as consequências,

temos de evitar,
mesmo que nos custe a vida, tais canastradas
e, mesmo que nos custe a liberdade,
da um grito de basta!