domingo, 16 de julho de 2017

INEXPLICÁVEL CONTRASTE



O corpo é carne
e a alma parece ser de vidro
onde se formam reflexos
coloridos

- azuis, verdes, vermelhos,
cinzas, entenebrecidos –;

pelas frestas
do grande paradoxo,
percebe-se o imenso conflito;
enquanto o corpo
vai se perdendo no tempo,
e a alma vai-se apagando

ao infinito.