sábado, 24 de fevereiro de 2018

EM UMA NOITE HIEMAL

Tuas palavras
e teus gemidos sufocados
em meu beijo,

teu corpo
imóvel sob meu corpo
de 80 quilos,

teus seios
degustados com minhas
mãos lhes acaricianco com a delicadeera
de quem pinta um magnífico
retrato,

tua cintura
dançando sob meu quadril,
ambos deitasdos mas altivos, com furioso
desejo, vestindo-se de luz,
de amor e de sexo
glorioso!