sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

ANGUSTIANTE AMOR

Enquanto
tu ainda estavas aqui
neste mundo comigo,

eu era
o cão soberbo e arrogante,
capaz de enfrentar anjos, mitos,
heróis e poderosos
humanos

para ter a ti
como troféu nas noite
e nos dias escuros
de chuvas.

Quando partiste
à morte eterna, senti-me desvanecer
e, vazio e sem mais nenhum
sonho ou esperança,

transformei-me
em um niilista que agora sempre
resite entre o inferno frio
e o solitário deserto
de si mesmo!