terça-feira, 4 de julho de 2017

TUDO, SIM; MAS, NA MOITA, NADA!



... sonhos ou cãibras,
luzes ou sombras,
sublimidade ou pedras:

sóis ou chuvas,
camas ou lamas,
amor, paixão ou loucura:

escolha
profundo sempre com o cuidado
de avaliar que, um dia,
irão se escurecer

as nuvens!