domingo, 2 de julho de 2017

ESPIRITUALIDADE


... reflexos da alma,
psíquicos indecifráveis,
sublimidades inimagináves,
invisíveis aos vivos
sapiens,

não te
colocas na liquidez desses
ares;

pois és o limite
da espiritualidade,
ou seja, tudo que seja somente,
desde antes e após o depois,
eterno e bom,

e nunca
há somente o bom
na humanidade, a não ser o que
por ele não possa ser
escolhido

e nos ofertado,
já na nascente, como uma imanência
inexorável e irrevogável!

Não nos é dado a conhecer o Absoluto Poder, mas nos foi imbutido uma imanência que nos coloca sempre a buscá-lo!