sábado, 1 de julho de 2017

CONSELHO



Dançai ao palco
das frêmitas imagens,
nobilíssimos
sapiens;

mas, por detrás das cortinas
de enredos, gestos e palavras
a que o olhar não
​​​​​​​toca,

deixai escondidos
os pombais e as vulvas
envenenadas,

que ali é onde
reside a adelgaçada
morte das ilusões
vossas.