terça-feira, 4 de julho de 2017

A VERDADE NUA



... eu sou o mestre,
o mestre do vazio e do nada,

eu entendo
bem dos tropeços, das quedas
e das sombras,

por isso,
nunca mais te esqueças
de que teu retrato com um cão
está estampado em sua
poesia

e de que
o deserto (vais te lembrar disso
por todo o resto de tua vida)
é nosso próprio verbo,

quando
demasiado esfolado em vãos

versos!