segunda-feira, 6 de agosto de 2018

SÓ ME SOBROU A SOLIDÃO E O PESADELO!

Adormece sob a terra
a bela Flor de Inverno;

acima,
ando-me eu cansado tentando
me isolar e fugir
de tudo:

nublado, chovo;
ferido, transform-me em solidão
e noite;

caído, aguardo
a ceifa da morte impiedosamente

abrasível!