segunda-feira, 6 de agosto de 2018

ILUSÃO!

Amanhecia a ouvir
o barulho do tamanco no andar de cima,
andar apressado como se fosses
____ para nunca mais voltar,

a carregar
um corpo alienígena, jovem e belo,
____cabelos cor de sol,

esmaltes
vermelhos, dois peitos
e um par de pernas
____ fascinantes;

lábios gris
a balbuciarem eternas melodias
de amor a meus ouvidos
____ moucos.

E isso durou
a eternidade de alguns dias,
que me permiti com fé sagrada
naquela imagem feita
____ a meus moldes;

até que amanheci,
numa das vezes, de pé ao portão,
em incontida e incauta ação,
como a esperar que ela me aparecesse
como no milagre da fértil
____ imaginação,

e me acordei
daquele sonho sem asas,
ao ver quando descia o corpo cansado
e calejado de uma sapiens
produzida a brilhos de rímeis
____ e a cinzas de chãos!