terça-feira, 3 de abril de 2018

E O FRONTE FOI MORTAL!

O sonho
dos dois imperadores do ego
e da soberbia

era simplesmente
o de se amarem, sem interferências
humanas, cosmológicas
ou divinas,

por toda e eternidade:

esquecemo-nos,
entretanto, que a morte não tem corpos,
nem cheiros, nem esperanças,
nem amor, nem dor,

nem nenhuma senciência
ou sonho qualquer!